Ateliê Labriola na Vejinha


Pois é, na semana passada fomos surpreendidos pela ligação de um jornalista da seção “Mistérios da cidade”, da Vejinha São Paulo. Ele queria informações sobre nosso trabalho de ourivesaria para uma pauta sobre os cursos que, aparentemente, estavam em extinção, como o de alfaiate, relojoeiro, carpinteiro e… ourives!


Olha a gente aí! Só duas correções: são três horas de aulas por semana (ufa!) e a mensalidade é de 520,00.

Acabamos ficando em destaque na matéria, o que foi super bacana, mas queremos deixar claro que não acreditamos nem um pouco que a ourivesaria está em extinção. Basta ver o número crescente de alunos que se matriculam aqui e o surgimento de novas escolas e grupos dedicados a essa arte. E basta ver o valor que as joias, associadas ao design, estão alcançando no mercado…

A profissão de ourives é muito antiga, com indícios históricos de que já existia 2.500 anos antes de Cristo. De lá para cá, a modernização facilitou alguns processos, mas não mudou o principal: o trabalho manual e delicado do ourives.

Há quem abrace a profissão por amor e vocação desde “sempre”, como é o caso do Geraldo Labriola. Ainda adolescente, ele teve contato com um ateliê e nunca mais deixou de trabalhar com isso. Mas há também quem passe a flertar com a ourivesaria quando, por algum motivo, a profissão ganha destaque. O Comendador José Alfredo, da novela Império, e sua empresa milionária, deram uma forcinha e recolocaram as joias e a profissão de ourives na vitrine. Pra profissionais como nós, que fazemos do nosso trabalho uma paixão (e vice-versa), essa é uma oportunidade muito bem-vinda.

Ficou interessado em se aventurar na produção de joias? Conheça nossos eventos, o Ourives por 1 Dia® e o Noivos Ourives®: cada um deles com uma proposta diferente para você. :-)

#Ourivesaria #CursoDeOurivesaria #GeraldoLabriola #VejaSP #Vejinha #NaMidia #NoivosOurives #OurivesPor1Dia

24 visualizações

Posts recentes

Ver tudo