top of page

Transição de carreira: uma decisão delicada que pode dar certo!

Vendo a postagem de uma colega de trabalho que tinha participado do NOIVOS OURIVES®, a DENISE AZEVEDO achou a ideia fantástica e começou a acompanhar o perfil do Ateliê no Instagram. Ela sempre admirou e gostou muito de joias e cristais, porém achava que trabalhar com essas coisas não passava de um sonho distante. Sua área de expertise sempre tinha sido a "inteligência de negócios". Formada em Administração de Empresas, ela estava acostumada a lidar com grandes volumes de dados, construindo relatórios de vendas para otimizar os negócios dos clientes. Nunca se sentiu frustrada com o que fazia, mas tinha uma luzinha piscando dentro dela que chamava sua atenção para o desejo de inovar de alguma outra maneira.


Em um determinado momento, Denise se rendeu ao chamado e decidiu experimentar o OURIVES POR 1 DIA®. Ficou encantada com a vivência e saiu renovada, com mil ideias na cabeça. Percebeu que a ourivesaria artesanal poderia ser a sua ponte para a transição de carreira. Talvez fosse algo arriscado, pois estaria começando praticamente do zero. Além disso, estava em uma fase crítica na vida e ficou um pouco insegura. Entretanto, conversando com seu marido sobre a possibilidade de ingressar no curso regular de joalheria, recebeu todo apoio. Ele a incentivou a fazer algo diferente para ela mesma e se comprometeu também a segurar as pontas no período em que estivesse em formação. Dilema bem equacionado, ela se apressou a fazer sua matrícula aqui conosco!



Na primeira etapa do curso, Denise tinha a expectativa de que seria um momento terapêutico, um respiro necessário para oxigenar a criatividade. Não demorou nadinha para descobrir o valor agregado da sua escolha: sua capacidade para produzir joias, superar desafios e exercitar a imaginação.  Como ela mesma definiu, o trabalho na bancada fez com que passasse a acreditar no seu potencial para realizar qualquer atividade. Isso a tornou mais forte e confiante, reforçando sua autoestima.



Toda transição de vida é delicada porque envolve muitos fatores ao mesmo tempo. Nem sempre podemos contar com o apoio das pessoas ao redor e, muitas vezes, nem sequer conseguimos encontrar as respostas para as dúvidas essenciais sobre o que gostamos de fazer ou em que área queremos atuar. Tudo isso pode gerar estresse e desanimar ou frustrar nossas iniciativas. A verdade é que todos nós estamos sujeitos a riscos quando se trata de mudar de carreira ou de estilo de vida. Por isso, nada melhor do que traçar um bom planejamento e lançar mão de uma dose extra de ousadia para darmos o primeiro passo.


No caso da Denise, ela já saiu em vantagem logo no início, pois foi motivada pelo marido e teve uma aproximação cativante na bancada. Então, perdeu completamente o receio e passou a encarar sua formação em ourivesaria artesanal como investimento promissor em uma nova profissão.


O interessante é que a ourivesaria também a ajudou no seu trabalho com tecnologia e dados porque a disciplinou na busca de soluções criativas para os problemas que encontrava como administradora. Porém, ela não se cansa de contar como se sente feliz e realizada por conseguir desenvolver um trabalho manual de forma tão prazerosa, pois sempre admirou os inúmeros trabalhos artísticos da sua avó e queria se orgulhar de poder fazer algo nesse sentido também. 


Essa grande novidade na vida da Denise está recheada de satisfação a cada peça que ela confecciona. Construir uma joia do zero e ver o resultado do seu empenho quando fica pronta é um estímulo adicional para continuar progredindo no mundo da ourivesaria. Ela consegue reconhecer que solucionar com criatividade os problemas que aparecem, buscando entender que o desfecho pode diferente do que imaginou inicialmente, torna o processo ainda mais valioso. De todas as formas, aprendemos muito ao lidar com as dificuldades e imprevistos, o que nos torna resilientes. 



A Denise ainda não está comercializando suas joias, mas pretende iniciar em breve, participando de pequenos eventos pela cidade para mostrar seu trabalho e encorajá-la a produzir mais. Já está em processo de criação da sua própria marca, definindo também seu perfil de joias. Ela adora trabalhar com formas mais leves e orgânicas e é apaixonada por pérolas, principalmente as barrocas. Sua maior inspiração é o mar. 


E faz todo o sentido, pois a vida é mesmo feita de ondas, em um movimento constante de mudanças e inovação. Como bem diz a música, acreditarmos que "nada será do jeito que já foi um dia" é um grande incentivo para sermos generosos com os nossos sonhos e apostarmos todas as nossas fichas em sua realização!


21 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page